Outras formas de dizer eu te amo ou como os homens mostram amor

Photo by Pixabay on Pexels.com

É, é assim:

Quantas vezes já vi essa cena:

“- Tu me ama? E me irritando ao te ver revirar os olhinhos, acrescento: –  Não sabes que isso é sinal de desprezo?

-Tu me ama? Repito.

E tu respondes:

-Sim te amo.”

Pois é, né ‘miga? A gente até sabe a resposta ou ao menos tem a esperança de saber. Mas porque é, assim, tão comum esse interrogatório?

É, interrogatório mesmo. O bom seria ouvir isso todo dia, toda hora. Afinal não é isso que fazemos a vida inteira?

Estamos demonstrando amor desde o abrir, ao amanhecer, até o nosso fechar de olhos à noite. Quando amamos; AMAMOS. Tudo em maiúsculas. Citamos o nome do amado várias vezes ao dia e lembramos dele outras tantas. Nós o defendemos, quer ele esteja certo ou não, afinal somos leais. Nós o ouvimos com atenção, incentivamos e repetimos que vai dar tudo certo. Nós até o perdoamos quando faz besteira. Nosso amor pode vencer tudo de ruim que vier.

E ficamos esperando tudo isso de volta. Esperando, esperando e esperando. Melhor esperar deitada, porque o que desejamos não vem. E nos pegamos nesta situação ridícula de perguntar: “tu me ama?” Que boba. Mas…que fazer, né?

Vai ver, eles nem amam. Já me peguei questionando isso. Até que um dia, aprendi que os homens amam diferente das mulheres.

Eles não ligam várias vezes ao dia pra dizer que nos amam, nem ficam nos consolando como fazem nossas amigas/irmãs. Mas…quando aprendi…ah, como foi bom.

Foi bom ver que quem me acompanhava sentia um grande amor por mim. E era um amor de verdade destes de novela. “De novela” sqn, kkk! Novela é pra entreter, divertir. Só mostra as partes bonitinhas. Novela é igual facebook ou Instagram…Tu sabe como é, né?

Bem, então, como eles amam afinal?

Olha, amiga, é bem estranho, sabe? Não tem firula, não tem mimimi. É “papo reto” como dizem. As vezes é seco, duro. Muito preto no branco. Mas é amor e é pra valer.

Ele pode não dizer “eu te amo”  tanto quanto tu gostaria de ouvir. E alguns ogros nunca dirão, mas vai dizer que tu é dele.

Só isso!? É. Só isso. Que sem graça! sem graça, no entanto, saber disso nos poupa muitas lágrimas e trás imensas alegrias e até a felicidade.

Afinal, libertando-se do clichê das palavras ditas e vendo os fatos.

É assim que acontece; se vocês estão saindo ou estão juntos a algum tempo  e ele ainda te apresenta falando teu nome ou que tu é uma amiga…’miga, acho que é o que tu vai ser pra ele. Agora, se ele colocar um pronome possessivo junto com um título como em minha namorada, minha mulher  ao te apresentar para pessoas importantes pra ele; isso vale como “eu te amo”.

É o jeito dele falar para o mundo que tu é importante, que tu não está disponível  para outros homens e que ele se sente responsável pelo teu bem-estar.

É a forma de declarar pro mundo que ele vai estar ao teu lado nos momentos difíceis, vai te aquecer quando estiver frio, vai cuidar de ti quando adoeceres, vai dividir contigo o picolé, o bombom, o arroz o feijão e a vida.

Se nossos amores fossem poetas, músicos, escritores ou vivessem de qualquer outra forma de arte, acho que esse post nunca seria escrito. No entanto, esses são poucos. Já a maioria nem sabe o que é uma rima, quanto mais um soneto ou a diferença entre uma pintura abstrata e a de uma criança. Quanto mais a diferença entre azul e lilás.

C’est la vie !” Bem que eu queria dizer coisa mais romântica mas a vida é como é. E se aprendemos a dar mais importância a forma dos acontecimento do que a sua descrição ela pode se tornar encantadora. Afinal, existem outras formas de dizer “te amo”.